Hérnia de Hiato e a Doença do Refluxo Gastroesofágico


O que é?

Hérnia de hiato é um defeito no músculo diafragma que faz com que o estômago suba para dentro do tórax. Desta maneira deixa de existir o mecanismo que impede o ácido do estômago de voltar para o esôfago (anti-refluxo) provocando uma alteração na estrutura da válvula esofágica: a válvula perde eficiência, ocorrendo, então, o Refluxo Ácido Gastro-Esofageano. É importante salientar que o refluxo pode ocorrer na presença ou na ausência da hérnia hiatal. Entretanto, a principal causa da doença de refluxo gastro-esofágico é a hérnia de hiato diafragmático.

Quais os sintomas?

Este ácido sobe pelo esôfago em direção à boca causando azia, queimação, dores no peito, rouquidão e sensação de afogamento noturno (quando suco gástrico volta até a boca) principalmente quando o paciente se deita.

Pode complicar?

Em condições normais, este refluxo acontece em pequenas quantidades. Quando o refluxo aumenta, pode acontecer a inflamação da mucosa esofágica. A longo prazo o esôfago é danificado (esofagite) podendo causar complicações mais sérias como Esôfago de Barrett, úlceras, hemorragias, estreitamento do esôfago (estenose) e predispor ao aparecimento de tumores e câncer.

Como se trata? Medicamentos ou cirurgia?

O tratamento é a principio clínico, com boa chance de cura: consiste, basicamente, na terapia medicamentosa, perda de peso e ter dieta regrada. O tratamento clínico é aplicado quando o refluxo é pequeno, bem controlado com medicamentos e não há complicações.

No caso de refluxo intenso, sintomas persistentes, dependência medicamentosa em longo prazo ou ainda presença de complicações, opta-se pela cirurgia.

A cirurgia consiste em corrigir a hérnia, diminuindo as dimensões do hiato alargado e criar uma válvula esofágica com o estômago que proteja o esôfago do refluxo gástrico.

A cirurgia é realizada sempre por via laparoscópica, com todas as vantagens deste método. Cirurgia é minimamente invasiva e o paciente fica internado apenas 24 horas retornando ao trabalho em média 7 a 10 dias depois. Precisa comer comida pastosa nesse período de recuperação.

Contato





11 3209-0112


Praça Santo Agostinho, 70 conj. 11
Paraíso - São Paulo/SP


contato@drafabianafranca.com.br